Buscar
  • Marta Rangel

10 meses (e uns dias) de Caetana e de mãe Marta

Ela:

- já diz "olá", "dá" e "mamã"

- faz "cucu", diz adeus e dá turras

- começou a fazer os gestos da música "Doidas, doidas, doidas andam as galinhas..."

- quando era recém-nascida não arrotava (por mais voltas que eu lhe desse), agora arrota que nem gente grande :D

- não gosta de sopa (e já fiz inúmeras diferentes, assim como a minha mãe e irmã)

- gosta de fruta, pão, brócolos, massa, frango e carne picada

- adora a papinha

- continua a recusar o biberão e só gosta do copo de transição para brincar, mas adora beber dos copos dos crescidos

- é fã de maminha e ri-se assim que as vê :D

- começou a pegar nas chuchas, mas apenas para morder (e até prefere morder a pega em vez da borracha :D)

- adora passear e andar na rua (como a mãezinha dela :D)

- é muito observadora e ri-se para (quase) toda a gente

- não gosta de estar de bruços e está sempre a esticar-se para que a coloquemos de pé

- é muito bem-disposta e risonha

- tem uma fixação com ecrãs: telemóveis, TV e computador (por mais que tente que ela não veja)

- entrou na fase da "ansiedade da separação" e choraminga quando me vê sair

- já estranha se a deixo, mesmo que por breves instantes, com pessoas que não conhece bem (ou que não vê há algum tempo)

- tem dois dentes em baixo e dois a nascer em cima

- já teve noites de acordar 7 vezes e outras em que - por algum milagre - acorda só uma

- já faz horários mais certos para dormir, à noite, e acordar (graças à ajuda da @amaeadormecida)

- as sestas ainda são um desafio (quase sempre ao colo e na maminha)

- percebe cada vez mais (e melhor) o que lhe dizemos

- adora que lhe conte histórias antes de dormir e fica sossegada do início ao fim (às vezes, até durante 2 ou 3 histórias seguidas)

- quando está a mamar, tenta pôr a mão na minha cara, boca ou agarrar o meu nariz

- quando quer chamar a atenção, puxa-nos o braço ou a roupa e diz "áa" como se quisesse conversar

- dá grandes gargalhadas só de olhar para a Sunny, estende-lhe a mão para receber beijinhos e já aprendeu a atirar a comida da cadeira da papa para a Sunny apanhar (mas ninguém lhe ensinou!)

- adora ver-se ao espelho


Eu:

- ri e chorei, ao mesmo tempo, no dia em que ela disse "mamã" <3

- a privação de sono é desesperante e incapacitante

- não me lembro de pesar tão pouco há muitos anos - 44 kg - e como imenso

- na maioria dos dias, tenho dificuldade em reconhecer-me ao espelho, mas sei que a Marta, além da mãe, ainda cá está

- estou a idealizar um projeto pessoal/profissional que sei que vai ser útil a muitas mães (espero dar mais novidades em breve)

- continuo à procura de um emprego mais estável, além de continuar a trabalhar por conta própria como faço há 6 anos (para quem não sabe, sou jornalista/comunicadora e produzo conteúdos para meios de comunicação social, particulares e empresas em todos os formatos; escrevo histórias; apresento conferências e eventos; dou formação e media training; faço consultoria em comunicação, etc, etc)

- há dias em que me sinto uma super-mãe, outras em que tenho receio de estar a fazer (quase) tudo mal

- sinto falta de ter tempo livre, de cuidar de mim, de relaxar e, principalmente, de descansar

- estou a sonhar com uma ida ao cabeleireiro para fazer tudo a que tenho direito, outra ao spa (só a pensar que posso dormir no final da massagem) e um fim-de-semana fora de Lisboa para descansar (tinha de levar babysitter :D)

- tive que voltar a usar aparelho nos dentes porque a gravidez fez com que se movessem, mas já estão quase "perfeitos" outra vez (é um aparelho lingual, ou seja, colocado atrás dos dentes, por isso, é invisível. E, graças à magia do Dr. @goncalooliveiraesa da @clinicaoliveiraesa sei que vão ficar mesmo perfeitos. Sem aspas.)

- digo constantemente à Caetana que a amo "todos os dias mais" e "para a vida toda e mais além" <3


153 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Deseja adicionar um comentário?