top of page
Buscar
  • Foto do escritorMarta Rangel

23 meses (quase 24!) de Caetana e de mãe Marta

Ela:

  • está na fase de querer fazer tudo sozinha: comer, vestir-se, andar, etc

  • já sabe calçar as meias sozinha e passa os dias a tentar calçar os ténis


  • tem uma fixação por pepino e é capaz de comer 1 inteiro à refeição 😆

  • adora música e dançarcomeçou a cantarolar

  • já faz marotices como fugir ou fingir que vai comer e depois não come

  • resiste muito ao sono e, ultimamente, só consigo que durma a sesta no carro (ou na praia 🏖️ 😁)

  • continua a mamar, embora durante o dia peça menos (só quando tem algum incómodo, está doente ou com muito sono)

  • adora livros e é a primeira coisa que pede quando acorda

  • mudar-lhe a fralda é uma aventura: foge, corre, salta, esperneia… 🤷🏽‍♀️

  • regra geral, gosta mais de estar na rua do que em casa

  • quando lhe pego ao colo, dá palmadinhas nas minhas costas como se estivesse a consolar-me (tal como eu faço com ela 😅❤️)

  • quando acorda, estica a cabeça para eu lhe dar beijinhos na testa ❤️


Eu

  • voltei a arranjar-me mais (para ir trabalhar 😅)

  • tenho contado, mais uma vez, com a ajuda imprescindível da minha mãe que fica vários dias cá em casa sempre que eu preciso de sair para trabalhar


  • encontrei um ginásio com babysitting (o @clube.kalorias), mas ainda só consegui ir uma vez (e a Caetana ficou com a avó)

  • à medida que vou crescendo e amadurecendo enquanto mãe, procuro distanciar-me de opiniões sobre a educação da minha filha nas quais não me revejo (mas não é fácil!)

  • por vezes, sinto-me isolada na forma como quero educar a Caetana (parentalidade positiva e consciente)

  • ainda não me sinto totalmente eu, mas acredito que estou a caminhar para lá

  • por vezes, sinto-me sufocada, privada da minha liberdade e tento aceitar que é uma fase (assim espero!)

  • várias coisas tornaram-se mais fáceis pelo facto da Caetana ser mais autónoma (como sair de casa com ela, ir à praia, fazer coisas em casa sem precisar de tê-la sempre ao pé de mim, etc)

  • ainda estou a aprender a gerir expectativas e frustrações relacionadas com a minha reduzida rede de apoio e o equilíbrio entre maternidade e liberdade que precisava de ter na minha vida. É o que é. Aceitar e sorrir 😉

  • não acredito que a minha bebé está quase a fazer 2 anos 🥹❤️

76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Deseja adicionar um comentário?

bottom of page