Buscar
  • Marta Rangel

9 meses de Caetana e de mãe Marta


Ela


  • já passou do berço para a caminha de grades (ai, tão crescida! 🥰❤️)

  • adora a papa, fruta e pão, mas detesta a sopa e raramente aceita bem carne ou peixe 🤷🏽‍♀️

  • quer comer pela mão dela, pedaços inteiros e recusa quando lhe dou a mesma comida esmagada ou passada 🍗🥦🥕🍌🍇

  • gosta de ser embalada “à bruta”, ou seja, com abanões vigorosos seja ao colo, no berço ou carrinho (e, no carro, o ideal é uma estrada com buracos 😅)


  • dá grandes gargalhadas só de ver a Sunny a ajeitar-se na cama 🐶❤️

  • diz algo parecido com “Olá”

  • ri-se quando canto a música “Doidas doidas doidas andam as galinhas” 🐓

  • já quase não cabe na banheira dela

  • senta-se sem apoio, mas ainda tomba se se esticar muito para alcançar um brinquedo

  • continua a gostar muito de maminha 😍

  • só aceita o biberão com água

  • começou a querer chucha, mas só para roer quando está aflita dos dentes

  • quando está a mamar, põe os dedos na minha boca ou tenta agarrar o meu nariz 🤷🏽‍♀️🤣

  • tem um fascínio pela TV, computador e telemóvel (mesmo desligados)

  • está a ficar com o cabelo mais claro

  • continua a acordar 3 ou 4 vezes durante a noite

  • quando faz “cucu” inclina a cabeça para o lado

  • adora ver-se ao espelho

  • tem muitas cócegas nos pés

  • já me mordeu na cara, pescoço, mãos, braços, dedos, maminhas… e ri-se quando finjo que também vou mordê-la

  • tem um certo fascínio pelos meus pés e tenta pô-los na boca quando estou descalça

Eu:

  • nuns dias consigo vestir uma roupa “decente”, maquilhar-me, trabalhar, sair de casa, etc e cuidar da Caetana; noutros mal consigo tomar banho

  • a amamentação e, provavelmente, o cansaço fizeram-me chegar perto dos mínimos olímpicos no meu peso: 45 kg

  • há uns meses, estava preocupada com o pneuzinho na barriga; agora, mal a vejo 😬



  • preciso muitoooo de voltar a fazer exercício físico (não só pela estética, mas sobretudo pela saúde e sanidade mental)

  • a privação de sono tem sido a maior dificuldade da maternidade (e a maior tortura)

  • quando durmo minimamente, sinto-me uma super-mulher 😂

  • em desespero de causa, já fiz o que pensava que dificilmente faria: pôr a Caetana a dormir na cama comigo 🛏

  • já dei por mim a tentar coisas surreais para a Caetana dormir (do tipo “Lava-lhe a boca com a água do banho” 🤣)

  • estar sozinha em casa com a Caetana e a trabalhar ao mesmo tempo tem sido muito desafiante (mas com flexibilidade e paciência, é possível) 💻

  • já tive a Caetana ao colo em várias entrevistas por Zoom

  • a casa está quase sempre desarrumada e já aprendi a lidar melhor com isso

  • estou a sonhar com um dia no spa 🧖‍♀️🛁

  • sinto falta de trabalhar em TV, apresentar eventos, moderar conferências, dar media trainings, fazer voz off, fazer sessões fotográficas… (e estou disponível para trabalhar 🤗🎥🎙)

  • sinto falta de descontrair sem ter a preocupação que a Caetana vai precisar de mim a qualquer momento

  • nada me dá mais serenidade do que vê-la dormir

  • amo-a todos os dias mais e digo-lhe isso constantemente


114 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Deseja adicionar um comentário?