top of page
Buscar
  • Marta Rangel

E se vos pagassem para serem mães?

No outro dia, em conversa com uma amiga, ela dizia:

- Não me importava que me pagassem para ser mãe, para cuidar dos meus filhos.

E eu, estranhamente, concordei. Escrevo “estranhamente” porque já fui bastante focada no trabalho. Era a área que mais merecia a minha atenção, que mais gastava (e desgastava) a minha energia. Continuo a gostar de trabalhar, a dar importância à carreira, a sentir falta de muitas coisas que fiz e gostava de voltar a fazer, mas… não há propósito maior, missão mais importante, do que criar e educar um filho. Acredito que as primeiras idades são fundamentais para defini-los como pessoas.



Para transmitir-lhes segurança, confiança, auto-estima. E tudo isso faz-se, acima de tudo, com amor. É claro que existem muitos outros ingredientes importantes para o desenvolvimento, mas, por agora, falo deste: a presença da mãe. Numa sociedade cada vez mais exigente, em que os pais mal têm 10 minutos por dia para brincar com os filhos; em que os avós, tantas vezes, não conseguem dar apoio (porque estão longe, ainda trabalham ou não têm saúde/condições para isso) e as estruturas existentes nem sempre dão as respostas necessárias, será que já alguém ponderou subdidiar as mães que quisessem cuidar dos seus filhos, em vez de os colocarem nas creches?



Já alguém fez contas daquilo que se gastaria a subsidiar mães em comparação com aquilo que se gasta em equipamentos sociais, educadoras, auxiliares, etc? Atenção, não tenho nada contra as creches. São fundamentais para dar apoio aos pais, que precisam de trabalhar, e importantes no desenvolvimento das crianças. Mas… e se houvesse uma alternativa viável? E se as creches não fossem a única solução? Vocês, mães, estariam dispostas a ficar em casa com os vossos filhos, por exemplo, até aos 4 ou 5 anos, desde que recebessem um subsídio justo, com um valor que vos permitisse viver com dignidade e acompanhar o crescimento dos vossos filhos? Eu gostava ❤️

>>>

Este não é um post político nem pretende criticar nada nem ninguém. É apenas uma ideia.

>>

A fotografia é da doce @laurarodriguescarneiro 🙏🏻😘

#martarangel #mae #mama #maedeprimeiraviagem #maesolo #bebe #menina #caetana #amor #amormaisqueperfeito

134 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Deseja adicionar um comentário?

bottom of page