Buscar
  • Marta Rangel

E vocês, gostam de moda?

Esta fotografia é de Agosto do ano passado, mas ilustra uma paixão que tenho desde miúda: moda. Não se trata de me armar em modelo ou designer, calma! :P Mas, desde o secundário, que sempre tive cuidado com aquilo que vestia, calçava, escolhia os acessórios cuidadosamente, tinha as unhas sempre arranjadas, etc, etc. Na faculdade, quase todas as minhas colegas - hoje, algumas das minhas melhores amigas - tinham um estilo mais desportivo e eu era a que emprestava roupa e maquilhava-as quando íamos sair 🥳



Lembro-me de ficar encantada com os Manholo Blanhik quando surgiram na série O Sexo e a Cidade. Sempre fui “obcecada” por biquínis e roupa interior/lingerie e uma das minhas peças de roupa preferidas são os jumpsuits (ou macacões, em bom português). Quando fui a Nova Iorque dei-me ao luxo de comprar 2 ou 3 peças de um estilista conhecido. Mas a verdade é que foi uma extravagância que não pude repetir muitas vezes. Por isso, fiquei muito entusiasmada quando ouvi falar no conceito da Farfetch pela primeira vez: comprar, em segunda mão, roupa, sapatos, acessórios de designers de todo o mundo que têm peças muitoooo valiosas a preços mais acessíveis.



Já para não dizer que é uma empresa portuguesa que começou por ser uma startup e hoje em dia é um unicórnio (ou seja, vale mais de mil milhões de dólares). A boa notícia é que, se forem ao site da Farfetch e colocarem os vossos dados, recebem automaticamente no e-mail um desconto de 10%. Não têm de fazer mais nada! 🤩 Por aqui, no que diz respeito a moda, até já há quem diga que a Caetana vai ser uma “pirosa” como a mãe. No bom sentido, espero!

#pub Este texto foi escrito em parceria com a Farfetch e com a Kwanko

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Deseja adicionar um comentário?